terça-feira, 25 de novembro de 2014

Ceensp abordará os surtos de micobactérias no Brasil



 Micobactérias são bactérias do gênero Mycobacterium, que inclui mais de 150 espécies, inclusive a M. tuberculosis, agente causador da tuberculose e a M. leprae, da hanseníase. E são elas o foco do próximo Centro de Estudos da ENSP. Com o tema Os surtos de micobactérias no Brasil, o Ceensp terá como expositores Suzie Marie Gomes (Anvisa), Rafael Duarte (UFRJ) e José Luis de Souza Varella (Cremerj). A atividade está marcada para 13h30, no Centro de Referência Prof. Hélio Fraga (CRPHF/ENSP) e é aberta a todos os interessados.

O Centro de Estudos será coordenado pelo pesquisador da ENSP Jesus Pais Ramos (ENSP), que descobriu recentemente uma nova espécie de micobactéria não causadora de tuberculose (TB) e recebeu o nome deMycobacterium fragae.

O Centro de Referência Prof. Hélio Fraga fica na Estrada de Curicica, 2000, em Jacarepaguá – Rio de Janeiro.

Centro de Estudos em 2014

O Centro de Estudos Miguel Murat da ENSP (Ceensp) é um importante espaço de atualização científica, com a troca permanente de experiências e conhecimentos entre pesquisadores de instituições do Brasil e de vários países, que vêm à Escola para debates com pesquisadores, alunos e demais interessados em contribuir com os diversos temas da saúde pública. O objetivo é apresentar e consolidar reflexões para a realidade de saúde pública e para o sistema de ciência e tecnologia. O Ceensp é um componente estratégico para a formação dos alunos, destinado à circulação de ideias e de diálogo com os diversos setores da saúde pública.

Em 2014, foram treze encontros realizados, além de uma solenidade homenageando o pesquisador falecido da Escola Miguel Murat. A primeira atividade, realizada em 26 de março, debateu a Formação profissional em saúde no Brasil: impasses e perspectivas, tendo como palestrantes o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, o professor da UFBA Naomar de Almeida Filho e o professor da Uerj Ruben Araujo de Mattos.

O segundo Ceensp, em 9 de abril, abordou Saúde da Mulher: aspectos da vacinação contra o HPV no Brasil. Participaram a professora do Instituto de Medicina Social da UERJ, Gulnar Azevedo e Silva, e a coordenadora substituta do Programa Nacional de Imunizações da Secretaria de Vigilância Sanitária, Ana Goretti Kalume Maranhão.

O terceiro encontro teve como tema O controle social e a importância do nexo coletivo para a saúde do trabalhador, reunindo Heleno Corrêa Filho, professor da Unicamp, Antônio de Marco Rasteiro, coordenador-geral da Associação dos trabalhadores expostos a substâncias químicas, e Glória Nozella Lima, representante do Sindicato de Químicos Unificados, regional de Campinas.

Cigarro eletrônico: um desafio para a saúde pública foi o assunto da quarta atividade do Ceensp, com exposições da secretária executiva da Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro para o Controle de Tabaco e seus Protocolos (Conicq), Tânia Cavalcante, e do especialista em regulação e vigilância sanitária da Anvisa, André Luiz Oliveira.

Trabalho em saúde: políticas públicas, desigualdade e relações de trabalho foi o tema do quinto encontro, tendo como expositoras a chefe do Departamento de Sociologia da Universidade do Minho (Portugal), Ana Paula Marques; a vice-diretora do Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães (Fiocruz-PE), Kátia Medeiros; e a diretora do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA, Isabela Cardoso Pinto.

O sexto encontro do ano tratou do tema Abordagens complementares em gestão e avaliação do conhecimento nas inovações em saúde, contando com as participações de Jorge Lima de Magalhães, do Núcleo de Inovação Tecnológica de Farmanguinhos/Fiocruz, e Zulmira Hartz, do Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa.

O Sistema Nacional de Vigilância Sanitária: a construção de uma carreira pública foi o tema discutido na sétima atividade, que contou com as participações de Claudia Cristina Santiago Gomes, da Superintendência de Serviços de Saúde e Gestão do SNVS/Anvisa; Márcia Teixeira, do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Recursos Humanos para a Saúde/Daps/ENSP; e André Ferraz, da Associação dos Servidores da Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro.

Metodologias quantitativa e qualitativa, seus usos, desafios e contribuições foram o foco do oitavo Centro de Estudos de 2014, que reuniu pesquisadores da ENSP e uma convidada internacional: a diretora da Unidade de Saúde Pública Internacional e Bioestatística do Instituto de Higiene e Medicina Tropical, da Universidade de Nova Lisboa, em Portugal, Sónia Diaz.

O nono encontro debateu o tema Iniciação para Ciência: vocação e formação. A atividade teve como expositores a pesquisadora do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Recursos Humanos para a Saúde da Escola Márcia Teixeira e a professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek.

Em setembro, a décima edição do Centro de Estudos debateu o tema Doença pelo Vírus Ebola (DVE): desafios para a saúde pública e para a bioética e contou com as participações do vice-diretor de Serviços Clínicos do INI/Fiocruz, José Cerbino Neto, do representante da Diretoria de Controle e Monitoramento Sanitários da Anvisa, Eduardo Hage Carmo, e do pesquisador da ENSP Sergio Rego.

O décimo primeiro encontro tratou das Mudanças climáticas e desastres no Brasil - desafios para a segurança humana e a saúde coletiva, reunindo os pesquisadores Christovam Barcellos (Icict/Fiocruz) e Norma Valencio (UFSCar).

A Avaliação da APS no Brasil foi o tema do décimo segundo encontro do Ceensp. A atividade contou com as exposições das pesquisadoras da Escola Lígia Giovanella e Marcia Fausto, além da presidente do Centro Brasileiro de Estudos em Saúde (Cebes), Ana Costa.

Visando debater a relação entre a poluição sonora e a saúde coletiva, a décima terceira atividade do Ceensp teve a participação da coordenadora do Serviço de Audiologia do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), Márcia Soalheiro, do chefe do Laboratório de Ensaios Acústicos do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Laena/Inmetro), Marco Antonio Nabuco de Araújo, além da pesquisadora da Coordenação de Saúde do Trabalhador da Fiocruz, Martha Ribeiro Valle Macedo.

Em 26 de março, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca homenageou um de seus pesquisadores já falecidos: Miguel Murat. A Direção da Escola descerrou uma placa dando o nome do professor ao Ceensp, que passou a se chamar Centro de Estudos Miguel Murat Vasconcellos. A homenagem foi a forma encontrada pela instituição por conta da dedicação do pesquisador em fazer da Ciência e do Ensino espaços de defesa do direito universal à Saúde e ao Conhecimento.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons